Páginas

Você é meu convidado

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Vereador fala sobre a agressão sofrida por policial em manifestação de estudantes em SP

Isso é no que dá dar Poder aos Ignorantes, eles te arrocham, te atacam a mando do poder, não se preocupam se ha cidadãos, apenas querem desferir seu golpe animalesco contra a sociedade.

A POLICIA MILITAR não PROTEGE  e nem SERVE  aos Cidadãos, lembrando que são funcionários Publicos. Não há SOLDADO que pense, na verdade o MILITARISMO é isso mesmo, não são pagos para pensar já que não são cidadãos e sim MILITARES.

basta a POLICIA MILITAR, chega deste ranço da herança de governos MILITARES.

O pior é que há cidadãos que acreditam que os militares estão certos e que as ações dos estudantes são deflagradas por questões politicas. Ainda que sejam questões politicas, afinal de contas o princípio ativo da política. É saber que a política é sempre o modo pelo qual chega-se a decidir algo que não é particular, mas que diz respeito a toda uma coletividade, algo que é público.


As imagens dizem por si só contra fatos não há argumentos.



José Américo, vereador de São Paulo, teve um dedo da mão fraturado ao tentar se defender de um policial durante a confusão em frente à Prefeitura da capital paulista nesta quinta-feira (17). O vereador afirmou que vai protocolar uma representação na Corregedoria da corporação contra a atitude, que segundo ele, foi ilegal e sem motivo. José Américo falou ainda que os policiais agiram de forma injustificável contra os manifestantes, que faziam um movimento organizado.