Páginas

Você é meu convidado

quinta-feira, 26 de abril de 2012

E por falar em sacanagem..... Certisign só te ferra!

Não é pra menos que nós brasileiros somos considerados os idiotas do planeta, afinal de contas, é somente em terras tupiniquins que temos um dos maiores índices de violência no mundo num pais considerado como 5ta maior potencia econômica mundial.

É aqui que temos carros com o dobro do valor da mesma marca vendido em outros países
É aqui que temos uma das gasolinas mais caras do mundo
É aqui que temos uma das maiores tributações do planeta
É aqui que temos a internet mais cara de todos os tempos
e por ai vai

De governos corruptos já estamos cansados de ser violados, como diria o Filosofo Olavo de Carvalho, temos um rinoceronte com uma pica enorme currando os nossos rabos, e estamos felizes por isso.

Mais uma vez me sinto currado por um rinoceronte, como se já não bastasse as sandices governamentais, somos obrigados, como empresario individual, a ter o afamado certificado digital, afinal de contas, temos de emitir a Nota Fiscal pela intenê, pago caro pelo acesso, pago caro pelo telefone, pago caro pelos impostos e obviamente pago caro pelo certificado.

Enquanto no planeta já existem os certificados digitais sem custo algum, em terras tupiniquins temos os seguintes preços (on line agorinha mesmo):




Como qualquer velho idiota, tive que fazer a renovação de meu certificado e fui justamente onde comprei pela primeira vez na CERTISIGN e o que aconteceu:

1) Primeiro que o script de meu cartão já ficou obsoleto e precisava comprar outro, ja começou a palhaçada

Depois de adquirir e pagar, tenho que fazer o agendamento presencial (até aqui normal), mas.... desta empresa são 89 agencias e só tem lugar pra agendar na Vila Pompeia, ou espera de 30 dias pra fazer aqui nas Mooca, nada contra, mas tá legal pra quem mora lá ou tem escritório por lá.

A resposta de Certisign é de que todos os postos estão lotados (como se eu fosse algum patzo, idiotizado pela tv)

agora somem isto ao custo de deslocamento, perda de tempo e voila - a Certisign parece barata, mas não é.

Pra mim a Certisign pode ir pra puta que lhe pariu, não é uma empresa séria, não está nem ai com o consumidor, e é logico, querem que voce se foda porque são apenas tres que fornecem certificados no Brasil, num pais com nossas dimensões deveriam ser pelo menos 50, mas como tudo tem que ficar pagando as famosas taxinhas politicas ficam só algumas empresas mesmo fodendo todo mundo. Imaginem o valor arrecadado anualmente por estas empresas certificadoras que:

1) há leis que te obrigam a ter
2) sem ele empresas não operam
3) a quantidade de emissões anuais

Depois dizem que só os políticos são corruptos..... o pais inteiro é corrupto e nós aceitamos isso.

Como não sou nenhum filho de uma puta, pedi o cancelamento e o dinheiro que paguei a vista, via boleto bancário, que eles já receberam, vai demorar até 20 dias para voltar na minha conta corrente.

Ou seja: O Governo nos fode de qualquer jeito.

Cancelei com a Certisign, agora vou ligar antes para o Serasa e os Correios pra saber como é de verdade a coisa

Pensem muito antes de sair pegando seu certificado digital


terça-feira, 24 de abril de 2012

Seja a mudança que quer ver no mundo

A unica forma de mudar o sistema é o da não cooperação com o sistema, o sistema eleitoral brasileiro até consegue eleger uma ou outro cidadão com verdadeira vontade, mas o sistema acaba mudando esta pessoa, para isto, votar já não faz diferença, o sistema protege os interesses individuais em detrimento da maioria dos cidadãos o que o torna corrupto, ineficaz e sem real representação popular, logo, está falido. 

 A unica forma de mudar este sistema é do basta da população, e a unica forma é o de não comparecimento as urnas, uma vez que não havendo quorum, as eleições não se tornam legais, mesmo que você compareça e anule seu voto, ainda deu quorum e o pleito é validado legalmente, logo, com o comparecimento menor que 50% as eleições tornam-se ilegais, devendo ser retomada com novos candidatos. 

 Isto sim seria um aviso aos politicos e a retomada do poder pelo cidadão, pois da forma que está, não passamos de pelegos do sistema!

segunda-feira, 16 de abril de 2012

PORQUÊ do SILÊNCIO ABSOLUTO SOBRE A ISLÂNDIA?

Ligia Baptistella
facebookeira
Se há quem acredite que nos dias de hoje não existe censura, então que nos esclareça porque é ficámos a saber tanta coisa acerca do que se passa no Egipto e porque é que os jornais não têm dito absolutamente nada sobre o que se passa na Islândia. Na Islândia:

- o povo obrigou à demissão em bloco do governo; 


- os principais bancos foram nacionalizados e foi decidido não pagar as dívidas que eles tinham contraído junto dos bancos do Reino Unido e da Holanda, dívidas que tinham sido geradas pelas suas más políticas financeiras; 


- foi constituída uma assembleia popular para reescrever a Constituição. Tudo isto pacificamente. Uma autêntica revolução contra o poder que conduziu a esta crise.

E aí está a razão pela qual nada tem sido noticiado no decurso dos últimos dois anos. O que é que poderia acontecer se os cidadãos europeus lhe viessem a seguir o exemplo?

Sinteticamente, eis a sucessão histórica dos factos:
- 2008: o principal banco do país é nacionalizado. A moeda afunda-se, a Bolsa suspende a actividade. O país está em bancarrota. 


- 2009: os protestos populares contra o Parlamento levam à convocação de eleições antecipadas, das quais resulta a demissão do primeiro-ministro e de todo o governo. A desastrosa situação económica do país mantém-se. É proposto ao Reino Unido e à Holanda, através de um processo legislativo, o reembolso da dívida por meio do pagamento de 3.500 milhões de euros, montante suportado mensalmente por todas as famílias islandesas durante os próximos 15 anos, a uma taxa de juro de 5%. 


- 2010: o povo sai novamente à rua, exigindo que essa lei seja submetida a referendo. Em Janeiro de 2010, o Presidente recusa ratificar a lei e anuncia uma consulta popular.

O referendo tem lugar em Março.
O NÃO ao pagamento da dívida alcança 93% dos votos.

Entretanto, o governo dera início a uma investigação no sentido de enquadrar juridicamente as responsabilidades pela crise. Tem início a detenção de numerosos banqueiros e quadros superiores. A Interpol abre uma investigação e todos os banqueiros implicados abandonam o país.

Neste contexto de crise, é eleita uma nova assembleia encarregada de redigir a nova Constituição, que acolha a lições retiradas da crise e que substitua a actual, que é uma cópia da constituição dinamarquesa. Com esse objectivo, o povo soberano é directamente chamado a pronunciar-se. São eleitos 25 cidadãos sem filiação política, de entre os 522 que apresentaram candidatura. Para esse processo é necessário ser maior de idade e ser apoiado por 30 pessoas.

- A assembleia constituinte inicia os seus trabalhos em Fevereiro de 2011 a fim de apresentar, a partir das opiniões recolhidas nas assembleias que tiveram lugar em todo o país, um projecto de Magna Carta. Esse projecto deverá passar pela aprovação do parlamento actual bem como do que vier a ser constituído após as próximas eleições legislativas.
Eis, portanto, em resumo a história da revolução islandesa: - Demissão em bloco de um governo inteiro; -- Referendo, de modo a que o povo se pronuncie sobre as decisões económicas fundamentais; - Prisão dos responsáveis pela crise e - reescrita da Constituição pelos cidadãos: Ouvimos falar disto nos grandes media europeus?

Ouvimos falar disto nos debates políticos radiofónicos? 




Vimos alguma imagem destes factos na televisão? 
Evidentemente que não! 
O povo islandês deu uma lição à Europa inteira, enfrentando o sistema e dando um exemplo de democracia a todo o mundo.

quarta-feira, 11 de abril de 2012

Governados por Serial Killers, com a economia nas mãos dos psicopatas

Sott.net


Vários estudos publicados desde o início da crise ligada comportamento político e corretores da bolsa com reações típicas de sociopatas. Para a associação dos Chefes de Polícia dos Estados Unidos e os analistas do FBI, os funcionários públicos têm muito em comum com 'Jack, o Estripador ", enquanto o Instituto Americano de Estudos Financeiros CFA diz que 10% dos trabalhadores de Wall Street tem traços de psicópatas.



O perfil psicológico utilizado pelas forças de segurança ao redor do mundo para definir os assassinos em série falam de um personagem fútil e superficial. Eles mentem, não tendo nenhum remorso e não hesitam em manipular impiedosamente aqueles ao seu redor para alcançar seus objetivos. Eles são capazes de implementar qualquer estratégia, são antiéticos, tem prazer de ver seu desejo de poder, independentemente das consequências sociais, morais ou mesmo legais.

"Ironicamente, são mesmos comportamentos que vemos todos os dias em homens e mulheres em posições de liderança de responsabilidade política", disse Jim Kouri, vice-presidente e porta-voz da Associação dos Delegados de Polícia da América (Nacop), em um relatório publicado em 2009, logo após o início da crise, que concluiu que os funcionários públicos têm muito em comum com 'Jack, o Estripador' ou Charles Manson.

Segundo Kuori, a única diferença é que os políticos não vieram para matar, "pelo menos por agora." Para chegar a esta conclusão, o policial com mais de 30 anos de experiência, já mergulhou nos arquivos da Unidade de Análise Comportamental do Federal Bureau of Investigation (FBI), em busca de denominadores comuns que definem a personalidade dos assassinos em série e os compara com o 'modus operandi' dos políticos.

Basta um olhar na imprensa internacional para ver que está certo. As primeiras páginas são preenchidas quase que diariamente com escândalos de todos os tipos - sexual, financeira ou tráfico de influência - liderados por representantes públicos eleitos nas urnas.

Para Kouri, a classe política se caracteriza pela impulsividade, irresponsabilidade, comportamento parasitário e uma completa falta de objetivos de vida realistas. "Eles fazem o que querem, quando querem", diz ele, enquanto ressalta que "embora muitos líderes políticos repudiam a comparação com um serial killer, partilham com eles muitos traços de personalidade. Mais do que gostariam."

O corretor, os psicopatas

Os trabalhadores do setor financeiro, outro responsável maior pela crise, assim como a imaginação popular, não foram poupados de serem vistos através da análise de seu comportamento muito perto e não ficaram, particularmente, bem vistos.

Casos como Jérôme Kerviel, que em 2008 protagonizou o maior fraude bancária da história causando a perda de 4.900 milhões de euros no Société Générale, ou o Kweku Adoboli, britânico, o "profissional" dizimando 2.000 milhões de euros do banco Suíço UBS, têm chamado a atenção de diferentes centros de pesquisa e universidades, que analisaram o comportamento dos homens que dirigem os mercados.

Instituto Americano de Estudos Financeiros CFA, diz que em Wall Street operam nada menos que 17.130 psicopatas. Pelo menos é o que afirma um estudo realizado por um grupo independente de psicólogos para a revista mensal do grupo, que conclui que 10% dos 171,300 empregados que trabalham lá, de acordo com o Departamento de Nova York, trabalham na capital financeira do planeta tem traços psicóticos.

"Um psicopata não tem um perfil financeiro específico, pode ser o seu próprio colega, um companheiro, um líder de grupo ou até mesmo o presidente da empresa. Sua personalidade destrutiva passa despercebido na maioria dos casos", disse Sherree jornalista DeCovny, na última edição da revista CFA.

De acordo com especialistas, os psicóticos são incapazes de sentir empatia ou remorso, assim interagem com outras pessoas como se fossem qualquer outro objeto, que os usam para alcançar seus objetivos e satisfazer seus próprios interesses.

Uma definição que apoia a pesquisa da Universidade de St. Gallen na Suíça garante que as figuras grotescas de "corretores psicóticos" retratados em filmes como Wall Street e American Psycho não são tão irreais.

Eu abuso de drogas?

"Alguns investidores confiaram as suas poupanças em pessoas que não são capaz de tomar decisões devido ao uso de drogas." Em outubro passado, ex-subsecretário do Governo de Silvio Berlusconi, Carlo Giovanardi, jogou merda no ventilador e acusou alguns participantes do mercado financeiro de consumir substâncias ilegais, durante uma entrevista à publicação financeira da Bloomberg .

Giovanardi, que em 2010 promoveu um teste de drogas voluntária para os membros do Parlamento, diz que estudos norte-americanos sugerem que a recente turbulência financeira pode ter sido amplificada por "pessoas que perderam contato com a realidade", devido ao consumo de drogas. Na verdade, antes de ser removidos com o resto da administração, Berlusconi  propos forçar os corretores a passar por testes anti-dopping..

A iniciativa não prosperou na Itália, mas nos EUA. Em meados de março deste ano, os representantes do estado de Oklahoma aprovaram uma nova legislação em que exigem que os candidatos a cargos públicos se submetam a um teste para detectar drogas nos ultimos 15 dias, para apresentar sua candidatura.

segunda-feira, 9 de abril de 2012

Já é tempo de despertar

David Icke
Jornalista, Politico e Autor
www.davidicke.com
Sem sobra de duvidas, David Icke é para mim uma das grande pessoas do século XXI, não pelo que tem, mas sim pelo que faz. Suas analises e dissertações são um verdadeiro banho de lembrança do que realmente somos, e não somos humanos, somos consciência, e este autor (David Icke) é conhecido como louco

Outra grande mente brilhante se chama Olavo de Carvalho, apesar de ser conhecido como boca suja, de boca suja mesmo não tem nada, assim como ele, um dos grandes escritores brasileiros, Gregorio de Matos, era conhecido como o Boca do Inferno.

É desta maneira que a maioria retrata àqueles que de uma maneira ou outra demonstram a realidade que fica oculta sobre a ficção que os donos do mundo que controlam governos e mídia nos impõem, e ja está na hora do basta, com o nosso despertar, do que verdadeiramente somos, uma consciência.
Olavo de Carvalho
Jornalista, Autor e Filosofo
www.olavodecarvalho.org

E o que trará um fim a isto não será o de virar a cara para esta realidade porque não nos afeta neste momento, porque vai nos afetar, eventualmente se fizermos isto. Para estas pessoas, que viram a cara para a realidade, olhem bem nos olhos de seus filhos e netos e diga a eles o que você estava fazendo quando o fascismo global assumir o poder, eventualmente, através de uma Nova "Governancia" Mundial (em homenagem ao grande filosofo Lula). Com certeza a resposta destes que preferem olhar o bolso ou então a novela das oito, será: "Eu estava vendo o capitulo final da novela" ou então "estava assistindo o final do campeonato". Enquanto isso, esta Nova Ordem Mundial tomou todos os aspectos da vida dos humanos em beneficio de meia dúzia de pessoas.

Gregorio de Matos
Alcacer do Sal
Autor e Poeta
O que falar então das pessoas que vestem uniformes? com certeza muitos destes que viram a cara para a realidade que os cerca terá ajudado a trazer cada vez mais e mais fardados para controlar cada aspecto da vida de todos. Este fardados precisam entender que eles estão policiando pelo estados todos os aspectos que também irão atribular a seus filhos e netos. Estes fardados acham que detém o poder, quando na verdade eles não tem poder algum, o poder que eles têm está no cabide de seus guarda roupas e nada mais, e o que fazem é apenas dar animação a estes uniformes que é uma mera extensão do estado, e quando estes já não prestarem mais para o serviço necessário serão colocados junto com todos os demais, que somos nós, e isto já estamos vendo acontecer com os militares brasileiros que de sua glória ditatorial hoje não é nada mais que um capacho do estado "democrático" atual.

Estão a cada momento nos escravizando mais e mais, com leis absurdas e obtusas que não fazem parte do costume de ninguém, com a manipulação do conhecimento levando a cada vez mais pessoas idiotizadas e sem raciocínio, está na hora de realmente despertar e começar tomar atitudes sérias e honestas para parar com este jogo escravagista de toda a humanidade

O que devemos temer? 
Uniformes? de maneira alguma!
Das autoridades? de jeito nenhum!
Dos governos? má que bobagem!
Dos dogmas? Nem pensar!

Não devemos temer a nada nem a ninguém, pois tudo o que somos e o que sempre seremos  é a certeza de que somos consciência, não ha nada a temer, aconteça o que acontecer sempre seremos o mesmo, consciência.

A mente sente medo o tempo todo, nosso cérebro foi programado para sentir medo, medo de tudo e de todos, e a cada dia que passa programam a cada dia novos medos, as pessoas temem ir para o inferno, a falta de comida, a falta de emprego, a falta de segurança, a falta da televisão, caminhar pelas ruas, deixar seus filhos na escola, pensar diferente, tudo.. tudo lhes gera medo, e este medo está apenas e tão somente em suas mentes, seu cérebro foi programado e a cada segundo que passa é programado para sentir medo.

as pessoas baixo o Domínio do medo, apenas reagem e não agem por si só, qualquer tema, assunto, ato ou pensamento sob o aspecto do medo é uma mera reação aos atos do cotidiano do que uma ponta de reflexão sobre qualquer aspecto.


A verdade é de quem sente o maior medo são os que dominam as grandes massas, pois sabem que se por acaso uma pequena parcela começar a pensar, estes pensadores que não mais temem a nada serão exemplos aos demais que começarão a pensar pois:

O que seria do dizimo se não houvesse o temor ao inferno?
O que seria do imposto sem o temor à prisão?
O que seria do lucro sem o temor do desemprego?
O que seria do credito sem o temor de não ter o que o vizinho tem? 
O que seria dos politicos sem o temor do voto obrigatório?

Seria o fim do dominio perverso e maligno que poucos tem sobre muitos
Seria a liberdade real que seria dada a todos 
Seria a volta de nossa consciencia voltada a nós mesmo
Seria a volta do paraiso na terra

Portanto, identifique seus medos e não mais os tema, livre-se de sua escravidão